Segunda-feira, 25 de Junho de 2007

EXILADO

 

Estranho a tua apoteose

a tua pujança evadida

quando do tempo era a morte

de uma paixão perdida.

 

 

 

O amor sibila,

a tontura embriagada do silêncio,

beijo a beijo, como se ainda estivesse vivo,

verdadeiramente vivo e levas lá dentro,

bem lá no fundo, gota a gota

o orvalho dos mortos.

Lembro das noites, fugazes segredos

de um amor por ti corrompido.

è a memória tresmalhada sobre o tempo,

ao alcançe do teu gesto interdito.

Outras tentaram a presença,

ardentes e vigorosas,

nas fronteiras do desespero.

E era tão fácil agarrar qualquer opção

mas quis insistir no mistério,

no ardor inconstante das tuas palavras,

numa noite vazia, tão grande, tão negra,

inexplicavelmente contente.

Debruço-me sobre o passado, o nosso,

e transfiro a despedida num perpétuo

encontro com teu corpo exaltante,

no meu mundo exilado

no exílio da vida.

 

1981

 


marquesarede às 23:33
| comentar
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape
 
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

.RECENTES

. VÊ!!!

. QUERER-TE

. DESVANECER

. ANCIEDADES

. AMOR TOTAL

. ESPERANÇAS...

. É COMO SE FOSSE

. JURAMENTO

. JUNTOS

. TOTALMENTE

.RECENTES

. VÊ!!!

. QUERER-TE

. DESVANECER

. ANCIEDADES

. AMOR TOTAL

. ESPERANÇAS...

. É COMO SE FOSSE

. JURAMENTO

. JUNTOS

. TOTALMENTE

online

.EU



My blog is worth $2,258.16.
How much is your blog worth?

PT Bloggers a directoria de blogs Portugueses