Quinta-feira, 21 de Junho de 2007

PRIMEIRO AMOR

 

Com teus brandos murmúrios embalaste

os minutos dos meus primeiros dias.

E pelos teus gemidos os contaste;

Eu era então feliz e tu sofrias.

 

As minhas velhas árvores regaste,

o meu jardim ao sol reverdecias...

e quando as tuas lágrimas choraste

com a dor que hoje sofro, entenderias!

 

Mas ai! tudo mudou! seca estiagem!

Bebeu a arder em febre, as tuas águas:

versos de água cantando a minha imagem.

 

Raios de sol que as fontes evaporam,

levando para Deus as suas mágoas

secai também os olhos dos que choram!

 

1982

A.Arêde


marquesarede às 21:41
| comentar
 

.RECENTES

. VÊ!!!

. QUERER-TE

. DESVANECER

. ANCIEDADES

. AMOR TOTAL

. ESPERANÇAS...

. É COMO SE FOSSE

. JURAMENTO

. JUNTOS

. TOTALMENTE

.RECENTES

. VÊ!!!

. QUERER-TE

. DESVANECER

. ANCIEDADES

. AMOR TOTAL

. ESPERANÇAS...

. É COMO SE FOSSE

. JURAMENTO

. JUNTOS

. TOTALMENTE

.EU